terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Para ler nas férias


Já fez seu programa de leituras de férias? Sim, porque a não ser que você seja bilionário, um gênio ou um outsider empedernido tem que ler alguma coisa para (tentar) entender as mudanças globais e a sua vida que, certamente, também não está tão direitinha assim. A não ser que você seja ... ou a santidade em pessoa na Terra. Para saber sobre os últimos 50 anos de cultura neste país e se divertir, uma boa é o livrão (foto acima) que acabou de sair com cartuns, reportagens históricas, fotos, entrevistas, fofocas e análises que a Folha Ilustrada fez desde 1958.
Pós-tudo - 50 anos de cultura na Ilustrada, de Marcos Augusto Gonçalves. São Paulo: Publifolha, 2008.
Em termos de romance uma sugestão é Crepúsculo, de Stephanie Meyer, que logo estará no cinema. É sobre vampiros e amores devassos, aquela coisa que a Anne Rice fazia tão bem com Lestat e seus amiguinhos vampiros, antes de se converter ao catolicismo e só escrever sobre a infância de Jesus onde, todos sabemos, não tinha lugar para vampiros.
Se quiser saber sobre essa zona global que capitalismo depravado nos proporcionou, uma boa é O novo paradigma para os mercados financeiros, de George Soros, um dos descolados nos investimentos internacionais e que previu a big shit que assola os mercados. Lançado em fevereiro de 2008, ele afirma que a crise econômica global é mais profunda do que se imagina e isso significa o fim do fundamentalismo do mercado. Boa notícia, mas tampouco é o fim dos Estados Unidos como potência, apesar de dar um toque de menos, menos, na arrogância dos gringos.
Uma análise política e histórica da crise que começou na América é The limits of power - The end of American exceptionalism, de Andrew J. Bacevich (New York: Metropolitan Books, 2008). O autor foi do exército norte-americano (segundo Peter Drucker uma das boas escolas do mundo) e é professor de história e relações internacionais na Boston University. O livro foi indicado por um amigo americano (na verdade de Macao, viveu na Europa e no Brasil e curte seu outono dourado em uma dacha capitalista ianque) que sobreviveu à derrocada dos mercados graças às suas influências e contatos nos porões do Império.
O que ler nesse cipoal de lançamentos? Um blog legal e estiloso para se informar sobre literatura é o da Andrea Kogan: http://www.paginasdarelva.blogspot.com/ .
Andrea é professora de inglês e literatura, conhece música, viagens, turismo, gastronomia e é antenada na teia global. Boas leituras.

3 comentários:

Andréa disse...

Nossaaaa!!!! Obrigada!!! Estou me sentindo...... e o blog não é tudo isso não....só divagações... mas com boas, ou melhor, ótimas sugestões de leitura - sempre!

E - tava fazendo hoje a minha listinha de livros para ler nas férias - vou comprar na cultura o "fear and loathing in las vegas" que vc recomendou - detalhe: os originais em inglês são geralmente mais baratos que os em português!

beijos.....

kleber disse...

Professor,

No site do livro tem uma boa retrospectiva, ano a ano dos principais acontecimentos no mei cultural do país, foi bem legal ter essa noção!

Sobre leituras, atualmente comecei a reler, o livro Carmen-Uma biografia (biografica de Carmen Miranda por Ruy Castri) que é muito bom, e indico, são as 600 paginas mais gostosas para conhecer um pouco da cultura do nosso país.

###a.l.#### disse...

Occasum

Autor: Orácio Felipe
Descrição :
Johann é imortal. Mas a imortalidade carrega consigo muitas angústias. A maior delas, a falta de um amor que a acompanhe. Ele buscava, como criatura das trevas, uma companheira que pudesse transformar. Ele buscava um antídoto e havia conquistado alguma força compondo poesias, admiradas tanto pelos seus criados, Igor e Fredy, quanto por aqueles que o perseguiam. Seus buquês de palavras, como costumava chamar, eram entregues àquelas que admirava. Mas havia uma única rosa em seu caminho, para a qual ele passaria a dedicar sua existência, que não era efêmera. Um vampiro buscando extinguir sua chama assassina através do amor de uma mulher. Um soneto pode aplacar a dor do coração frio de uma criatura?

www.clubedosautores.com.br