domingo, 7 de dezembro de 2008

Dia Internacional dos Direitos Animais

No domingo, (07/12), foi realizada na avenida Paulista (São Paulo) uma manifestação antecipando o 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Animais. É uma conscientização sobre a problemática envolvendo direitos dos animais em geral. Más condições em viveiros, entretenimento cruel (touradas, rodeios, rinhas, circos), experiência científicas dolorosas e o respeito pela vida são temas que exigem discussão e reflexão.


A natureza e a vida selvagem nos remetem a imagens puras e belas, mas acabam em um romantismo estéril. A realidade mostra o meio ambiente sendo destruído de forma gananciosa e insustentável e isso inclui o trato que fazemos com os animais, seja na natureza ou em nosso convívio urbano e doméstico.


Várias organizações da sociedade civil preocupam-se em informar e orientar as pessoas sobre os direitos em geral. Domingo foi o dia de discutir os direitos animais.

Vida depende de informação, de ética e de militância organizada.

Uma antiga jaula de circo com outros tipos de animais: homo sapiens.

Ninguém - ou nada - é para ficar atrás das grades. As prisões, asilos e hospícios são as manchas ruins da história da civilização.

Por isso que gosto dos circos de acrobacias chineses ou do Cirque du Soleil. A arte é puramente humana, racional, estética. E consensual.


Vida.

Um alô aos humanos.
Uma homenagem à Profa. Valéria Magalhães (EACH-USP), grande incentivadora da causa.

Um comentário:

Valeria disse...

Você é o máximo, Trigo. Vivam os bichos que sofrem tanto em nossas mãos! Abraço... Valéria.