sexta-feira, 23 de maio de 2008

V Fórum Internacional de Turismo GLS



Na sexta-feira (23/05), à noite, aconteceu na Assembléia Legislativa de São Paulo, o V Fórum Internacional de Turismo GLS, organizado pela Abrat.

Tinha gente do Canadá, da cidade de Miami e do Hotel Axel (Buenos Aires e Barcelona, breve também em Berlim - é o primeiro hotel heterofriendly do mundo).

Estavam os expoentes responsáveis pela organização para Parada GLBTT (ou GLS) de São Paulo e pela vida corporativa turística gay da cidade: Franco Reinaudo, presidente da ABRAT, foi o mestre de cerimônias; Jurema Monteiro, do Ministério do Turismo, falou sobre a importância da segmentação e inclusão de pessoas no mundo das viagens; André Posadas, do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, comentou sobbre a crescente consciência dos serviços hoteleiros da cidade face à diversidade. Toni Sando (São Paulo Convention Bureau), Cássio Rodrigo (Prefeitura de SP) e Clovis Casemiro (TAM Viagens) falaram de suas respectivas áreas de atuação. Segundo Toni, a Parada é o maior evento de São Paulo em público e o segundo em arrecadação (uns R$ 300 milhões), atrás apenas da Fórmula 1. Ricardo Hida, consultor do Bureau de Negócios GLS fez a mediação em uma sessão ágil, articulada e sem enrolação, todo mundo sabia o que queria e como conseguir: respeito para um segmento importante da sociedade.

Destque para dois jovens e espertos turismólogos: Jaderson Alencar, da Embratur, é responsável pela captação e divulgação dos roteiros gays brasileiros no exterior e representação junto às organizações internacionais; Tiago Carzetta é diretor da Flex Voyage e da Abrat, representando a entidade em palestras pelo país.

Destaques para o novo Guia São Paulo de Bolso GLS (www.saopaulodebolso.com.br) e para o descoladíssimo site www.theloveland.net que a Embratur fez, em inglês, para divulggar a 12ª Parada de São Paulo no mundo todo.

Na quinta-feira aconteceu a feira cultural GLS na Praça da República com barracas da Caixa, Ministério do Turismo, Prefeitura de SP, organizações de direitos, igrejas que aceitam gays e tendas comerciais diversificadíssimas. Houve farta distribuição de camisinhas e panfletos informativos.

Como bem disse José Simão, não é Semana da Diversidade Sexual, é Semana da Diversão Sexual, afinal o prazer é fundamental para a boa política.

No domingo eu conto sobre a Parada.

3 comentários:

Maria das Graças Venancio disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
... disse...

Trigo,

Eu agradeço pelos elogios e saiba que gosto muito de ti e te admiro mais ainda.

Um grande abraço e obrigado pela companhia no domingo em nosso trio.

Dani disse...

Já escolheu seu destino e ainda não tem hotel? Acesse o site www.rbhpraias.com.br e confira as promoções e indicações de hotéis e serviços e consulte sua passagem aérea.
Fácil, prático e seguro!