sexta-feira, 30 de maio de 2008

Da Amazônia aos pampas

Esta semana teve congresso interno na USP. Participei um dia e tive que cumprir alguns compromissos. Na quarta-feira fui para Manaus retomar o programa Caminhos do Futuro, entre o Ministério do Turismo e o Núcleo de Lazer e Turismo da USP. Dei a aula pela manhã no Instituto de Educação da Amazônia, uma escola com 120 anos, num daqueles prédios imensos que caracterizavam as escolas de elite do país. Voltei na quinta-feira. Os vôos foram ótimos. Airbus 330 da TAM Guarulhos/Manaus direto e sem escalas. E ainda consegui up grade para a classe executiva, de vez em quando chove na horta.
Manaus luta com a distância, qualidade em serviços e infra-estrtura para se inserir no turismo nacional. A retomada do projeto Caminhos... é um excelente sinal de que há interesse e vontade por essa inserção.
Hoje estou de saída para Balneário Camboriú, onde darei um módulo no curso de pós-graduação (especialização) da Univali. Saudades do povo de Balneário. Durante três anos dei aulas no mestrado da Univali e foram turmas muito legais, com altas discussões e debates em sala de aula.
Volto domingo, depois de curtir o frio do sul.

Um comentário:

zica disse...

Profeee
Fiquei feliz quando o Léo me mostrou seu blog. Legal ver um espaço na internet despretencioso, íntimo, inteligente, bem humorado e assinado por vc!
Estaremos aqui acompanhando suas histórias que tb nos pertence como a Festa do Panetonne.
beijos t++

Marli