terça-feira, 3 de março de 2009

Mais um turismólogo feliz - A história


Algumas histórias se prolongam pelos tempos, desdobram-se e geram fatos e interpretações. E capítulos felizes.  Essa história começou a quase 30 anos. Maria Clara (à minha direita) e eu trabalhamos no navio Funchal, na época em que a operadora Abreu fretava o barco. Foi uma época dourada no início de nossa vida profissional. Fazíamos quase tudo o que queríamos a bordo, pois o Funchal (10.000 toneladas, 400 passageiros, 160 tripulantes) era o último barco de passageiros de uma estatal portuguesa mal de grana e funcionava graças à Abreutur que o bancava. Ficamos amigos. Nos divertimos muito a bordo, um dia eu faço o scanner das fotos e faço uma postagem vintage. Fizemos amigos em Buenos Aires, Montevidéu, México, Lisboa, New York... Aprendemos turismo com uma das melhores equipes da década de 1980. Saboreamos o mundo. Um dia Maria Clara teve um filho, o Diego, e ele cresceu. Foi estudar o que??? Pois é, aí está o garoto em sua formatura em Turismo pela Universidade Anhembi-Morumbi, na festa realizada nos salões do Transamérica, em São Paulo, no sábado, 28 de fevereiro. 

E como o vencedor ganha tudo, olha a namorada dele. Marina arrasou com o charme, as roupas e a beleza natural. O que mais um turismólogo recém-inaugurado pode querer da vida?

Agora Diego já começou a trabalhar. Aonde? Numa empresa especializada em cruzeiros marítimos. I la nave va. A história continua e não se repete, tem capítulos inéditos. Que sua carreira seja longa, produtiva e fantástica, assim como sua vida pessoal.

Um comentário:

Turismólogo disse...

Somos filhos da história!
Assim como fazemos parte dela!
Vocês viveram o início.. já hoje, tem-se apenas alguns reflexos daquela dificuldade da implantação, mas com grande evolução, hoje pode não ser tão áureo como ontem, mas tenho em mente que também faço parte desta história!!

Foi um prazer te-lo em minha formatura bem como minha vida!

Obrigado!