sexta-feira, 27 de março de 2009

Luiz Trigo - Os melhores momentos em 50 anos (7)


Viagens e festas familiares hodiernas

"Nada no mundo é permanente, e somos tolos em desejar que uma coisa perdure, porém mais tolos ainda seríamos se não a apreciássemos enquanto a temos." 
Somerset Maugham, in O fio da navalha.

Com quase 50 anos (a serem completados em 11 de abril) um dos meus gostos eternos são as viagens. A postagem de hoje tem fotos dos melhores momentos bem recentes. Minha última viagem foi ao Campo de Gelo Sul, no extremo sul do Chile, em janeiro de 2009. A foto acima foi tirada do avião pelo amigo que viajou junto, é o vulcão Osorno, lindo contra o fundo azul do céu.

Luigi, Laderlei e Celi, grandes amigos que viajaram comigo em janeiro. Laderlei faz parte de um grupo de amigos que datam de 1975!

Essa foto foi no Parque Nacional Torres del Paine e o Luigi está descumprindo as regras básicas de eco-turismo e sustentabilidade...

Chegar à maturidade é poder contemplar as belezas naturais sem ansiedade, contrariedade ou sentimento de perda perante a beleza que durará muito mais que nossas breves vidas.  Dá-lhe Somerset Maugham...

Minha prima Vanira fez 70 anos em fevereiro de 2009, minha prima Raquel completa 30 aninhos. Alguns dos melhores momentos de minha vida passei com Vanira e sua família. 

Alguns dos primos por parte do irmão do meu avô materno. Da esquerda: Rafael, Celso (filho da vanira), eu, Daniel e Walter (irmão da Vanira e pai de Rafael, Celso e Raquel). 


Na lista das recentes comemorações, meus amigos que fizeram medicina completaram 25 anos de graduação, em 2008, assim como eu completei 25 anos de graduação em turismo. Da esquerda: Galo, Fernando Carvalho, Luiz Miguel, José, Antonio (que já me fez endoscopia) e eu.

Ano passado tivemos a visita de Jafar Jafari, um dos maiores nomes do turismo global, na USP. Aí está ele à minha esquerda e Panosso à minha direita. 

Inauguração do meu ap em 2008, com parte da turma da EACH. A lista é uma pequena blbliografia da área: Alexandre Panosso, Edmur Stoppa, eu, Ricardo Uvinha, Sidnei Raimundo e Eduardo Sanovicz. A gente tinha tomado muito chá de camomila aquela noite...

Do outro lado do espelho... Ainda a turma da EACH na minha nova casa.

Meu tio materno mais veterano fez 95 anos em setembro de 2008. Aí está uma pequena parte dos primos de segunda e terceira geração a partir do meu avô materno. Da esquerda: Sofia, Adriana (mãe de Sofia e filha da Iara), Max (filho da Mara), eu e Alexandra (filha do Amilcar). 

Eles são irmãos da minha mãe. Você pode vê-los na foto de Bodas de Ouro dos meus avós (1962) em uma das postagens anteriores. Hoje meu tio José Godoy tem 95 anos (na frente do bolo), meu tio Juvenal, tem 87 anos, os meninos são o Amilcar e Amilton (filhos do Juvenal) e a Leo é a terceira esposa do meu tio José, que já enviuvou duas vezes mas acredita piamente na instituição do casamento.

Eu com a Iara, Amilton e Mara. As meninas são filhas do meu tio José Godoy. 

Eu com meus tios maternos na festa. Minha mãe era a filha mais nova e teve uma infância e adolescência cercada de carinho de seus irmãos e primos. Sou o mais novo de minha geração de seis criaturas desse ramo da família.

Um comentário:

Camila Barish disse...

A foto que esta vcs com o tio Walter,está otima,ele é o que tem mais cabelo de vcs rs