sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Imagem do Brasil no exterior - pegando pesado

O mapar do Brasil, segundo uncyclopedia (amplie clicando na imagem)
O brasão de armas do Brasil.

Estou com um projeto de pesquisa na EACH-USP em conjunto com três alunos (Wilker, Wanderson e Thaise) sobre a imagem do Brasil no exterior, fuçando o que rola por aí sobre nós. 
Um dos meus amigos, infiltrado nos subterrâneos do império da gringolândia, me mandou essa pérola. 

http://uncyclopedia.wikia.com/wiki/Brazil 

A uncyclopedia é uma versão da wikipedia bem satírica, em inglês, no estilo Pânico na TV ou Casseta Popular. Ridicularizam o diabo, mas a página sobre o Brasil é icnonoclasta e peconceituoso, traduzindo, pega pesado.  Mesmo que seja humor, é brincando que se dizem as piores verdades...

O texto começa com a faixa branca da bandeira no formato de calcinha e o brasão de armas é representado por um fuzil (veja as fotos acima). O mapa (há várias versões na internet) reforça nossos preconceitos. 

Traduzi literalmente alguns pequenos trechos para ilustrar.

O texto de abertura é: "O Brasil é um paraíso pirata que se trasnformou em país em 7 de setembro de 1822. O Brasil é melhor conhecido por sua história de canibalismo, topless (para travestis, para as mulheres bottonless), cultura esquisita de nudismo, o lendário hooliganism do futebol e outras atividades criminosas."

As quatro principais corporações internacionais do país são: rede Globo, Igreja Universal do Reino de Deus, Habib´s e Petrobrás. 

Sobre cultura: "Brasil possui uma cultura cálida e receptiva. Receberam Ronald Biggs, o ditador Stroessner e Josef Mengele com as pernas, digo, braços abertos. Com seu código de justiça cálido e receptivo, qualquer criminoso, estuprador, ditador genocida ou assassino serial pode se sentir em casa no Brasil." (o asilo político ao italiano acusado de terrorismo não deve ajudar muito nesse tópico). 

A campanha do Brasil na Segunda Guerra é ridicularizada ao extremo: "De fato, os aliados não ligaram bosta para a força militar brasileira. Eles só queriam alguém para dar risadas e uns negros para carregarem suas barracas."

Há uma foto do Lula, enquanto bem mais jovem, que eu não reproduzirei (há fotos informais na página de Obama, mas menos ácidas). 

Sobre governo e política: "O Brasil foi colonizado por batedores de carteiras, piratas e sub-chefes da máfia. Brasil é ... uhn, você sabe, você assiste o noticiário..."

Há links para os vídeos brasileiros mais grotescos do You Tube e fotos da Xuxa nua dizendo que ela, por incrível que pareça, é o maior ídolo das criancinhas brasileiras. 

Há outro link, também escatológico, informando "como ser um brasileiro", insistindo na categoria de devassos, criminosos, bandidos, pilantras, negros, gays e prostitutas. Ou seja, o preconceito atinge todos os segmentos.

http://uncyclopedia.wikia.com/wiki/HowTo:Be_Brazilian

Há também um link para "desciclopédia", em português, mas completamente diferente, com piadinhas políticas comuns. 

http://desciclo.pedia.ws/wiki/Cavaleiros_do_Brasil 

Enfim, mesmo que seja um site de humor - e a liberdade de expressão deve ser garantida - não é agradável ver o nosso país retratado dessa maneira, acentuando apenas os defeitos e ignorando totalmente as qualidades que, assim como os defeitos, não são poucas. 

Se você lê em inglês leia aentamente os dois sites, tire suas conclusões e reflita sobre o que fazemos para intensificar esse tipo de imagem funesta e o que podemos fazer para melhorar nosso visal externo. Leia ambém sobre outros países (há poucos). Aliás, se você inserir "uncyclopedia" no google, a segunda indicação (em mais de 1.300.000) já é sobre o Brasil. Sacanagem. Como consolo me lembro do ditado "ninguém chuta cachorro morto...".


2 comentários:

Aristides Faria disse...

rsrsrs!!

Sobrou para todos hermanos!!

Parabéns pelo blog, Professor!

Um abraço!
Tide

Daniel disse...

Desculpe, mas se você pesquisar sobre qualquer país neste tipo de site o conteúdo vai ser no mesmo estilo, satirizando e falando mal, só vão mudar os alvos das satiras.