quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Global paths IV: Penhasco aconchegante

Escrevo no silêncio de uma sala agradavelmente aquecida. Ao fundo ouvem-se os acordes de uma música erudita, provavelmente composta na Catalunha. As amplas salas desse prédio moderno foram valorizadas e decoradas de uma maneira sóbria, minimalista e requintada.
Lá fora faz 5 graus centígrados e o vento sopra selvagemente pelas rochas escarpadas. Estou em um penhasco, cercado pelas ondas do Mediterrâneo. Aqui é a Costa Brava e o lugar chama-se Aiguablava, para nao deixar dúvidas quanto às suas características naturais bravias. As praias sao envoltas por encostas e penhascos cobertos por árvores imensas. O mar cerca a propriedade por três lados e a lua nova me faz lembrar dos tempos em que os mouros dominavam essas terras. O crescente...
Dirigi 3 horas até aqui, vindo de Barcelona, pela costa e pelo interior. Estradas em obras, desvios e sinalizaçao parcial, mas valeu a pena. Vim especialmente conhecer o Parador de Aiguablava, um dos 75 Paradores espanhóis e talvez dos mais afastados das rotas do turismo de massa. O mais afastado certamente chama-se Canadas del Teide, em Tenerife, a dois mil metros de altura, ao pé do magnífico Teide. Lá passei duas noites geladas e absolutamente escuras, comendo veado (o bicho), vaca (o bicho, também) e bebendo vinho tinto forte. Foi na época em que dei aulas em Las Palmas de Gran Canaria, por volta do ano 2000.
Ao lado há o povoado de Begur e a fronteira da França está a pouco mais de uma hora de viagem, mas só pegarei o carro depois de uma noite sossegada e aconchegante.
Daqui a pouco o jantar será servido. Dizem que o Parador é famoso por sua gastronomia com base em peixes e frutos do mar da Catalunya hispano-francesa. Depois eu conto.
Se quiser ver o Parador entre em www.parador.es , procure no diretório, é o primeiro: Aiguablava.
Amanha começo minha volta rumo à França. Ainda tenho dúvidas sobre o caminho a percorrer. Decido na estrada. No meio do mundo antigo.

2 comentários:

Cida disse...

Essas andanças...Perfeitas! Nada como um "parador" depois de um semestre acadêmico! Babei!

marycler disse...

Europa é uma caixa maravilhosa de surpresas não acha???
Continuação de ótima viagem. Estou viajando com vc em seus depoimentos e reflexões!!!
Até Breve