segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Os melhores livros que li e curti

Acabei de ler As benevolentes, de Jonathan Littell, um delicioso calhamaço com 900 páginas de literatura instigante. Fazia tempo que eu não lia algo tão bom e denso, uma aventura literária das melhores. Daí pensei em fazer uma lista (parcial) dos melhores livros que já li:

José e seus irmãos, de Thomas Mann. É uma trilogia, publicada no Brasil pela Nova Fronteira.

Paideia, de Werner Jaeger. Fondo de Cultura Económica (México). Uma obra fundamental sobre educação na Grécia antiga.

Viva o povo brasileiro, de João Ubaldo Ribeiro. Divertida e significativa história de uma família baiana que bem representa nossas loucuras e ideais.

Os mandarins, de Simone de Beauvoir. Um relato romanceado do existencialismo francês, uma profunda reflexão sobre a vida e seus momentos.

Obras completas, de Jorge Luis Borges (Editora Emecé, Buenos Aires). Textos e poesias com mitos, mistérios, palavras e fascínios muito particulares do autor.

Contos Reunidos, de Rubem Fonseca. Um dos primeiros romancistas a entender (e prever) a brutalidade e a violência do Brasil atual.

O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien. Ed. Minotauro, Buenos Aires. Li muito antes da obra tornar-se conhecida no Brasil.

Os caminhos da liberdade, de Jean-Paul Sartre. Uma trilogia (A idade da razão; Sursis; e Com a morte na alma) que representa a essência do existencialismo de forma romanceada. Marcou minha juventude e minhas decisões.

As noites difíceis, de Dino Buzzati. Contos curtos e profundos sobre a temporalidade, a morte, a solidão.

Fiasco, de Stanislaw Lem. Alianza Ed., Madrid. Uma obra-prima de ficção científica sobre um contato entre terrestres e uma civilização alianígena no século 22.

O enteado, de Juan José Saer. O melhor texto que li sobre nosso estranhamento perante o mundo. O autor é argentino.

Everyman, de Philip Roth. Uma análise cruel sobre a velhice.

Falta muita coisa, mas dá para ter uma pálida e tênue idéia do meu imaginário.

E você? Quais os melhores livros que já leu?

5 comentários:

r a f a disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
r a f a disse...

Estação Carandiru, do Dr. Drauzio Varela, é o que me vem primeiro a mente..

Nao conhecia seu blog professor, mas acompanharei assiduamente, blogueiro q sou.

abraços

rafael
2o. ano-lzt
chafariz.blog.com
tvchafariz.blogspot.com

Luciana disse...

O Cheiro de Deus. Drummond, Roberto. É impressionante o dom para a literatura desse clã. Quisera eu ter o coração limpo e a alma nobre para poder sentir o Cheiro de Deus...
Abraço
Luciana Campos

Fernando Pinto disse...

Beauvoir, Sartre e Borges...autores que me acompanha a décadas...lutas internas, questionamentos...loucura...explendido professor...seguirei a lista nos que ainda não li.
Um abraço,

Fernando Pinto
São Luís-MA

Jaqui disse...

Trigo!!

Estou garipando seu Blog, e achei um tópico que realmente me interessa, livros, nossa amo ler e tava realmente procurando umas indicaçoes suas, vou colocá-las na minha lista, com certeza!!

E filmes?? você tb fez uma listinha?

Beijos,

Jaque