quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Pagando mal, que bem tem?

Mais uma vez algumas faculdades demitem professores no final do ano, especialmente doutores. Os motivos são os mais sórdidos possíveis: dinheiro e lucro apesar da queda de qualiddade de ensino. Vários profissionais ficam melhor com o tempo, se estiverem atualizados, claro: médicos, advogados, professores, enfermeiras, artesãos, administradores... Porém, nessa realidade medíocre de algumas instituições particulares, os salários dos doutores é uma ameaça ao ensino, não importa sua qualidade acadêmica, produção científica e experiênciam docente. Isso é uma picaretagem e prejudica diretamente os alunos e alunas. Um doutor é substituído por um mestre que vai ganhar como um especialista e a mensalidade não abaixa.
Um curso superior depende de doutores, mestres e especialistas, de acadêmicos e de docentes ligados ao mercado. Muitas faculdades particulares nivelam por baixo o corpo docente mas mantém altos ssalários no corpo da mantenedora que não faz nada útil em termos didático-pedagógicos. São uns burocratas hipócritas. Gente sem visão. Mercadores da má qualidade do ensino.
Se a sua faculdade demitiu professores sem que boas razões fossem explicadas à comunidade, cuidado. Você está pagando por um diploma-mico. Por um pedaço de papel que a sociedade não vai reconhecer (há exceções, bem poucas). Chegamos ao tempo dos galpões de ensino, dos arremedos de faculdade. Professores mal pagos, alunos mal orientados. Pagou, passou. Pagando mal, que bem tem?
Se você pensa que pagando uma merreca por um curso ruim alavancará dua carreira, sinto informar que está alavancando só a conta bancária dos donos daquela arapuca que chamam de faculdade. E os donos da bagaça não te chamam de aluno. Te rotulam de otário. Não caia nessa. Lute por seus direitos e exija qualidade no ensino que você paga.

Um comentário:

vinnicamargo disse...

É isso aí Trigo...é o que está acontecendo nas faculdades....as mensalidades não abaixam e a qualidade do ensino caindo.....isso é muito ruim para o nosso Brasil, pois tem muitos médicos se formando que mal sabem medicar, sendo que seus pais pagam uma fortuna de faculdade para ficarem nos bares bebendo, cheirando, etc....aonde nosso Brasil vai parar??????
Isso é em todas os cursos, consequentemente não somos valorizados pelo mercado de trabalho, que nos pagam uma merreca para atuar na area, onde foi investido um bom R$$$....
Estou batalhando o meu espaço....
Abraços Vinni